Beleza Kim Kardashian faz tratamento estético para apertar o estômago: 'É doloroso, mas vale a pena'

Kim Kardashian faz tratamento estético para apertar o estômago: 'É doloroso, mas vale a pena'

Empresária compartilhou uma foto nas redes sociais em que mostra a barriga vermelha e falou do método com empolgação

  • Beleza | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Kim Kardashian está fazendo um tratamento estético para apertar o estômago

  • A empresária mostrou a barriga bastante vermelha após se submeter ao método

  • Ela assumiu que o procedimento é doloroso, mas "vale a pena"

  • Não é a primeira vez que ela recorre a meios extravagantes em nome dos padrões de beleza

Kim Kardashian mostrou a barriga vermelha após tratamento para apertar o estômago

Kim Kardashian mostrou a barriga vermelha após tratamento para apertar o estômago

Reprodução/Instagram

Kim Kardashian, de 41 anos, recorreu a mais um método extravagante a fim de continuar dentro dos padrões de beleza. A empresária compartilhou uma foto nos stories do Instagram nesta quarta-feira (3) em que mostra sua barriga vermelha após se submeter a um tratamento estético a laser que aperta o estômago.

"Esta é uma virada de jogo!!! Eu fiz laser morfeu [sic] para apertar meu estômago. Acho que é meu tratamento a laser favorito. É doloroso, mas vale a pena", escreveu ela na legenda da publicação.

Dieta para perder 7 kg em 20 dias

Há um mês, Kim revelou que teve artrite psoriásica durante a dieta pesada que fez em maio para perder 7 kg em 20 dias e, assim, usar o icônico vestido de Marilyn Monroe no Met Gala 2022.

Em entrevista à revista Allure, a empresária, que já sofre com psoríase e sempre falou abertamente sobre o assunto, contou que a doença crônica de pele se agravou durante o processo de emagrecimento pelo fato de ela ter consumido carne, já que tem uma dieta baseada em vegetais.

“A psoríase se espalhou pelo meu corpo e eu tive artrite psoriática, então não conseguia mexer minhas mãos”, lembrou. “Foi muito doloroso e tive que ir a um reumatologista, que me receitou um esteroide. Eu estava enlouquecendo. Quando parei de comer carne novamente, melhorei”, completou.

Apos revelar seu método de emagrecimento, Kim foi criticada por internautas  que disseram que ela foi irresponsável ao falar sobre o assunto. Em entrevista ao R7, a nutricionista Angelica Grecco, do Instituto EndoVitta, destacou que dietas muito restritivas aumentam os casos de distúrbios alimentares.

“Aumenta muito a incidência de distúrbios como anorexia e bulimia, a pessoa acaba tendo a prática de comer em grandes volumes e depois adotar técnicas purgativas, como o vômito e o uso excessivo de laxantes. Então a dieta restritiva acaba resultando naquele desespero psicológico de comer tudo e perder o controle da situação”, afirmou.

Últimas