Beleza Cifrão, coração e símbolo do Corinthians: trancista viraliza na web com penteados diferentões

Cifrão, coração e símbolo do Corinthians: trancista viraliza na web com penteados diferentões

Bia Soares viu sua realidade mudar ao compartilhar o passo a passo de uma trança nagô

  • Beleza | Mariana Morello, do R7

Desenhos dão um charme a mais no visual e bombaram na web

Desenhos dão um charme a mais no visual e bombaram na web

Bia Soares Estúdio/Divulgação

A trancista Bia Soares, de Campinas, no interior de São Paulo, viralizou na web com vídeos em que compartilha o processo de fazer tranças diferentonas. Os desenhos são reproduzidos pela profissional com o próprio cabelo das clientes e vão de brasões de time a palavras inteiras. Um dos registros, que já tem mais de 400 mil visualizações, mostra o resultado de um penteado com a palavra 'gratidão' escrita com tranças nagô — presas bem rente ao couro cabeludo. Em conversa com o R7, Bia conta um pouco da sua história e o segredo por trás dos penteados impecáveis.

Com a repercussão de seu trabalho, em menos de 20 dias, o perfil do Instagram da trancista conquistou 58 mil seguidores e ela passou a ter reconhecimento internacional. Os desenhos criados pela profissional são super estilosos e impecáveis. Os penteados diferentes dão um toque de personalidade ao visual e são ideais para quem quer se expressar através da beleza.

Bia conta que ela mesma foi sua 'primeira cliente' e que aprendeu tudo sozinha. "Comecei com 13 anos. Fiz progressiva e luzes com uma profissional e não deu certo. Tive um corte químico e meu cabelo foi caindo. Como eu era menor de idade, minha mãe me ajudou e pagou um mega hair. Só que depois de um tempo, ela não conseguiu mais arcar com isso e tive que aprender a me virar sozinha. Então, comecei com as tranças e a aplicar meu mega também", conta.

A trancista revela que no começo não foi fácil se adaptar ao novo visual. "Eu sofri muito na infância, sempre tentei me arrumar para ficar bonita. Infelizmente, as pessoas tinham muito preconceito com quem tinha cabelo afro, o liso sempre chamava mais atenção. Então, sofri bastante com a minha aparência", desabafa.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Porém, aos 16 anos a profissional arranjou o primeiro emprego e focou totalmente nas tranças, que tinham um custo menor de manutenção. "Tinha vergonha das pessoas criticarem e falarem que meu cabelo estava feio, mas começaram a elogiar o meu trabalho, então, passei a fazer em outras pessoas", relata.

Após sair do emprego que tinha na época, Bia conseguiu montar o primeiro salão para atendimentos, na sala da casa de seu avô. "Foi aí que pensei que precisava criar alguma coisa para me destacar no mercado. Comecei a estudar, praticar e desenvolvi a técnica. Lembro que eu chamava as pessoas que passavam na frente de casa oferecendo tranças, dizia: 'você não quer ser minha modelo? Não vai pagar nada! Só vou fazer uma trança bonita e tirar foto'", recorda.

E Bia confessa que ainda faz isso. A modelo de seu vídeo mais bombado, que tem mais de 26 milhões de visualizações e 1 milhão de curtidas, por exemplo, é uma cliente convidada a fazer o serviço para ajudar na prática. A moça gosta muito da Barbie e Bia resolveu escrever o nome da boneca com tranças. Com o compartilhamento desse vídeo, uma chave virou.

Bia Soares Estúdio/Divulgação

Apesar de ser especialista nos desenhos e escritas, Bia também faz outros tipos de tranças. Quando questionada sobre o segredo por trás dos penteados, Bia responde: "Acho que é amor, né? Primeiramente, eu amo o que eu faço, tenho prazer em deixar minhas clientes lindas. Segundo é o capricho, sou muito detalhista. E terceiro é a constância! Jamais seremos bons em algo que não fazemos constantemente", finaliza.

Veja também: Camaleoa! Camilla de Lucas ousa nos estilos de cabelo

Últimas