Viva a Vida Mãe revela deixar filhas xingarem e ficarem acordadas até tarde: 'Obediência é preguiça'

Mãe revela deixar filhas xingarem e ficarem acordadas até tarde: 'Obediência é preguiça'

Para Luana Ribeira, o mais importante na educação da crianças é desenvolver a capacidade delas de pensar sozinhas

  • Viva a Vida | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma mamãe revelou que cria as duas filhas adolescentes e uma bebê de maneira pouco usual.
  • Em resumo, com liberdade para dormirem a hora que quiserem e xingarem sem repreensão.
  • Ela defende que educa as três para que tenham opinião própria em vez de aceitarem tudo.
  • Afinal, para a mamãe em questão, criar filhos obedientes é sinal de 'preguiça'.
Mãe revelou que deixa as filhas xingarem e ficarem acordadas até tarde

Mãe revelou que deixa as filhas xingarem e ficarem acordadas até tarde

Reprodução/Facebook/Luana Ribeira

Uma mamãe de Anglesey, uma ilha do País de Gales, revelou que cria as duas filhas adolescentes e uma bebê de uma maneira pouco corriqueira. Em resumo, com liberdade para que durmam na hora que bem entenderem, além de não repreendê-las quando disparam alguma palavra de baixo calão.

"Acredito que criar filhos obedientes é preguiça", argumentou Luana Ribeira, 41, conforme reportado pelo tabloide britânico The Mirror. "Devemos educá-los para que tenham opinião própria, para questionar o mundo ao seu redor, e não apenas aceitar cegamente o que lhes dizem."

No entanto, a educação que Luana proporciona às crianças, segundo ela, já fez com que as pequenas fossem rotuladas de "selvagens" e "rebeldes" por pessoas de fora da família. "Minha filha mais velha foi comparada à Wandinha", lembrou a galesa.

Vale o clique: Conheça os produtos do ateliê de Suzane von Richthofen

Ainda assim, a mamãe fora da curva não dá a mínima para o que pensam os detratores: "Estou muito feliz por criar crianças que são selvagens e podem pensar por si mesmas".

Quanto aos uso de xingamentos, por exemplo, Luana troca a repreensão pelo estímulo à reflexão. "O que eu ensino a elas é que não é o palavrão que é 'ruim', mas a intenção por trás dele", explicou. "Se elas estão jogando videogame e sai um palavrão, pois estão cheias de adrenalina, isso não significa nada para mim. Mas, se usassem a mesma palavra com intenção maliciosa ou se estivessem xingando alguém, eu as puxaria para cima." O que, de acordo com a britânica, nunca aconteceu. "Então, elas entendem a diferença."

Já na hora de dormir, paz. Porque não há hora para dormir: "Eu as deixo ficar acordadas e lidar com as consequências de como se sentirão no dia seguinte", contou. O que aparentemente não tem interferido no sono das crianças, que dormem por volta das 22h nos dias de escola, e mais tarde aos fins de semana.

Leia mais! Famosos revertem procedimentos estéticos e se sentem mais bonitos

"Sou totalmente contra fazer uma criança se comportar de uma certa maneira por medo", afirmou Luana.

A seguir, mamães famosas combinam looks com os filhos e encantam a internet:

Últimas